Biologia do solo

Um solo saudável é capaz de produzir mais com menores quantidades de corretivos e fertilizantes, se tornando um ambiente sustentável a longo prazo, sem problemas com contaminações do ambiente e redução de custo aos agriculturas. ambiente sustentável a longo prazo, sem problemas com contaminações do ambiente e redução de custo aos agriculturas. ambiente sustentável a longo prazo, sem problemas com contaminações do ambiente e redução de custo aos agriculturas.

Neste contexto, a avaliação da biologia do solo através de enzimas produzidas pelos microrganismos (β-Glicosidase e Arilsulfatase) é capaz de expressar a saúde atual do solo, além de refletir manejos que já foram realizados como rotação de cultura, adubações orgânicas, calagem, etc. Sendo possível mensurar o reais benefícios que tais manejos empregaram na qualidade do solo.

Através desta ferramenta, também podemos identificar possíveis degradações que estão ocorrendo e que serão expressas apenas no futuro com quedas de produtividade. Sendo possível ter um diagnóstico antecipado da saúde do solo, que servirá como instrumento para alertar os agricultores quanto aos manejos que geram degradação, despertando adoção de práticas preventivas, sem que exista prejuízos futuros.

Ficou alguma dúvida?

Entre em contato para mais informações.

X
Envie seu currículo
Se você estiver interessado ou tiver alguma dúvida, envie-nos uma mensagem.

    Trabalhe Conosco
    Se você estiver interessado ou tiver alguma dúvida, envie-nos uma mensagem.

      Trabalhe Conosco
      Se você estiver interessado ou tiver alguma dúvida, envie-nos uma mensagem.

        Trabalhe Conosco
        Se você estiver interessado ou tiver alguma dúvida, envie-nos uma mensagem.